Carro encontrado em Minas não se relaciona ao assassinato de Marielle

Posted by admin in Últimas Notícias

A Polícia Civil do Rio de Janeiro descartou o envolvimento do carro encontrado em Ubá, Minas Gerais, na morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e seu motorista, Anderson Pedro Gomes. O veículo passou por uma vistoria após uma denúncia anônima.

O dono do Renault Logan é Luciano Dias Gonçalves, de 45 anos, que tem passagens por tráfico de drogas. Sua última prisão, por porte de arma, ocorreu no dia 22 de fevereiro. A polícia informou que o suspeito foi solto após pagar fiança.

De acordo com o jornal 'O Extra', o delegado Gutemberg Souza Filho afirmou que o dono do carro não soube explicar com precisão onde havia comprado o veículo, e deu informações desencontradas. Em princípio, Gutemberg disse que a hipótese de participação de Luciano no assassinato da vereadora está descartada.

A polícia defende que ao menos dois veículos estão envolvidos no crime. Imagens de segurança da Região Central do Rio sugerem que o carro da vereadora foi seguido por dois carros da cor prata. O atirador estaria em um Cobalt prata com a placa clonada. Já o Renault Logan deu cobertura ao crime.

Leia também: Padre faz homenagem a Marielle e é xingado durante missa

.